Nininha Rocha

 

Mérito Pessoa de Ação

14/02/2011

 

 

 

 

          Poeta, escritora, compositora, musicista, pianista, professora, radialista. Maria Constança da Rocha (Nininha Rocha), participava ativamente da cultura no país, seja via música, literatura ou jornalismo. Escreveu e publicou os seguintes livros: "pés no Chão" (1981), "Procissão de Velas" (1984), "Desarrumaram a Casa de Maria" (1984), "Escorregaram no Mercado Municipal" (1985), "A Pianista Amou Sem Medo" (1987), "Não Toquem na Banda" (1997), "Um Piano de Uberlândia" (1999), "Não Sou Uma Revelação - Ando Descalço com os Pés no Chão" (2004).

Ocupa a cadeira titular e efetiva nº 8 da Academia Brasileira de Estudos e Pesquisas Literárias, patronímica de Bernardo Guimarães e recebeu da entidade, em 2004, a Medalha do Mérito Acadêmico como uma das mais importantes autoras contemporâneas do país.

Participa das mais seletas antologias do país como escritora convidada e é veterana colaboradora das revistas "Brasília" e "Acadêmica". Verbete no "Dicionário Bibliográfico dos Escritores Brasileiros" (Adrião Neto) e na "Enciclopédia da Literatura Brasileira" (Reis de Souza). Além do campo literário, dedica-se com entusiasmo ao setor musical, sendo figura emblemática de iniciativas do gênero em Uberlândia - Minas Gerais.