Usuário:
Senha:
 
  Esqueci minha senha
 
HOME  |   CÉLIA PENATTI  |   NOTÍCIAS  |   CONTATO
   
 
Agenda 
Artigos
Calendário
Challengianos em Ação
Depoimentos
Downloads
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
 
Get the Flash Player to see this rotator.
 
 
Artigos
 

 02-07-2010
A MAGIA DA ATITUDE POSITIVA


 

No ambiente de trabalho, como em nossa vida pessoal, é a atitude que faz a diferença. Estabelecer e manter relações saudáveis com superiores e colegas de trabalho é a chave para o sucesso em qualquer organização. Nada contribui mais para este processo do que uma atitude positiva. Ela expandirá a nossa rede de relacionamentos. Quando ela é positiva, transmitimos sinais amigáveis. Os clientes, nossos colegas e superiores estarão mais abertos para nós. A citação de Will Rogers "um amigo é uma pessoa que ainda vou conhecer" nada mais é do que atitude. Nossa atitude é expressada antes que nós pronunciemos uma única palavra. Ela é visível na nossa aparência, na nossa maneira de ficar de pé, andar e falar.

 

Pierre Weil diz que o corpo fala mais do que quando verbalizamos, portanto, se somos alegres e animadores, nossa atitude atua como um ímã que além de atrair as outras pessoas, elas se mostrarão mais amistosas, pois as pessoas sentem que nós as apreciamos.

 

Algumas pessoas minimizam a importância de estabelecer e manter boas relações humanas. Colocam tanta ênfase nas capacitações técnicas que chegam a ignorar as relações humanas. Por isso, não conseguem entender por que as outras pessoas não demonstram entusiasmo pelo seu trabalho, embora estejam tecnicamente corretas (será que ai está a instalação das insatisfações?).

 

Vejo ser importante no mundo do trabalho que aprendamos a separar as relações das personalidades. Uma relação baseia-se no sentimento psicológico entre duas pessoas. Uma vez que não se pode colocá-lo ou vê-lo, algumas pessoas acreditam que apenas as personalidades estão envolvidas. Ignoram a própria relação. Como resultado, as pessoas muitas vezes perdem sua objetividade. Em vez de atuarem para melhorar as relações de trabalho, tornam-se exigentes em relação à personalidade das pessoas e o conflito se instala. Aqueles que são capazes de lidar primeiro com o objetivo de suas relações estarão mais aptos a aceitar as diferenças nas outras personalidades. Ao focalizar os requisitos do trabalho, as barreiras serão ultrapassadas e isto, por sua vez levará a uma melhor aceitação dos colegas.

 

Você já percebeu que algumas pessoas preferem estabelecer novas relações a reformular as antigas? Costumo dizer que é preferível ser agnóstico a ser cristão. Sabe por quê? Ser cristão dá trabalho, porque devemos cuidar das pessoas. Como está a sua disposição de ser zelador de quem está ao seu lado?

 

Voltando ao ambiente de trabalho, quando dicotomizamos, significa criar frações dentro de uma equipe, ou mudar de uma função para outra com freqüência. Pessoas com expectativas elevadas em relação a suas carreiras reconhecem a importância de manter relações positivas. Quando uma reformulação se faz necessária, os colaboradores inteligentes apressam-se em "consertar" as coisas. Agem ainda que não sejam responsáveis pelo problema. A atitude que adotam é a de que o relacionamento é mais importante do que o incidente que provocou o problema. Como todas as outras, as relações de trabalho são frágeis e exigem cuidado constante. Uma vez negligenciadas, é difícil fazer com que recuperem o estado saudável que as precederam.

 

O sucesso de nossa carreira depende, além das qualificações profissionais, da qualidade das relações de trabalho. E assim, como resultado, não nos tornaremos o tipo de membro de uma equipe que as administrações esperam. Nossa produtividade pessoal pode continuar elevada, mas nós não estaremos contribuindo tanto quanto poderíamos para a produtividade da organização. O ditado bem conhecido que diz "nenhum homem é uma ilha" é muito verdadeiro. Todos nós precisamos das outras pessoas e isto é especialmente verídico no local de trabalho. Aqueles que constroem uma forte rede de colaboradores estão criando seu próprio programa de fortalecimento da atitude.

 

É difícil, diria que quase impossível, continuar positivo sem o contato diário com as pessoas. Da mesma forma que os amigos pessoais, os familiares e os colegas de trabalho podem dar às nossas atitudes a perspectiva, enfoque e motivação para que permaneçamos sempre positivos. É possível transformar um dia que começa mal, num dia excelente, simplesmente por que um colega está de bom humor. As atitudes são contagiosas. Ser positivo gera um duplo dividendo. Em primeiro lugar: nós criamos relações humanas saudáveis que nos levam não só a formação de novas amizades, mas ao sucesso profissional. Segundo: qualquer relação de qualidade que nós criamos servirá como reforço para as nossas necessidades para mantermos nossas atitudes constantes.

 

Não sejamos como os cavalos paraguaios, só tendo impulsos. Sejamos constantes e avaliemos todos os dias as atitudes positivas e negativas que tivermos. Perdoemo-nos dos enganos que aconteceram, sejamos "críticos" de nós mesmos e sigamos em frente na busca da eficácia. Lembre-se: "Tudo posso naquele que nos fortalece". Deus está do nosso lado. Temos que fazer a nossa parte e não inventarmos desculpas e muito menos, transferir as nossas responsabilidades às outras pessoas. Assumindo os nossos fracassos, crescemos. Busquemos as realizações que tanto desejamos e assim, seremos mais felizes a cada dia!

 

 

 

 

O treinamento Challenge Yourself® nos capacita para alavancagem das atitudes! Fale conosco: contato@celiapenatti.com



 
ÚLTIMOS ARTIGOS

27-05-2011 - Amar Guimarães Rosa
07-01-2011 - Flexibilidade feminina
07-01-2011 - Crescer no amar
07-01-2011 - Ser GG - Gente Grande
07-01-2011 - O vocabulário do sucesso
07-01-2011 - Administrar o tempo, cuidando da alma
25-08-2010 - O SUCESSO POR MEIO DOS RELACIONAMENTOS
02-07-2010 - AMANDO E MUDANDO
02-07-2010 - Atendimento ao cliente
02-07-2010 - A grande arte de decifrar pessoas
02-07-2010 - A MAGIA DA ATITUDE POSITIVA
02-07-2010 - A arte do encontro
23-03-2010 - Torturando palavras
23-03-2010 - A função do FGTS
23-03-2010 - Acidentes de trabalho e a folha de pagamento de 2010
23-03-2010 - Flexibilizar a legislação trabalhista?
 
 
Célia Penatti
Rua Bernardo Cupertino, 723 - Uberlândia/MG - Martins
Fone: (34) 3236-2041
Desenvolvido por Webearte