Usuário:
Senha:
 
  Esqueci minha senha
 
HOME  |   CÉLIA PENATTI  |   NOTÍCIAS  |   CONTATO
   
 
Agenda 
Artigos
Calendário
Challengianos em Ação
Depoimentos
Downloads
Galeria de Fotos
Galeria de Vídeos
 
Get the Flash Player to see this rotator.
 
 
Artigos
 

 02-07-2010
A arte do encontro


 

Em algum lugar alguém fez o amor e deste ato o acontecimento maior foi você! Olhares se cruzam, e as raízes do amor se estendem para com todos. E um dia, essas raízes plantadas nos corações, permitirão que novos brotos possam surgir, para que o amor se estenda soberano, em função do bem de todos...

"Feliz aquele que ama, porque não conhece a angústia da alma, nem do corpo."

Tramitando pelas rédeas da vida, nós aos poucos aprendemos a amar. Perante aquele que as vezes nos agridem ou diante das ofensas que nos magoam, devemos não revidar o mal que recebemos, e ai aprendemos a perdoar.

Diante das nossas incertezas que encontramos ou da dor que as vezes nos martiriza, aprendemos a lutar e a confiar. Através das dificuldades que atravessamos nas diversas situações que vivemos, é onde o ser humano cresce interiormente. Isto não é sonho, é oportunidade que temos para viver no presente o melhor que podemos ser e fazer. Sabe por quê? Talvez não tenhamos uma segunda chance!

Por mais lutas que enfrentemos, por mais dores que sofremos, e que ainda possamos estar enfrentando, se soubermos suportar, estaremos dando um passo a mais em nossa jornada evolutiva, em busca da felicidade que desejamos encontrar. Cada dificuldade com resignações e fé, são contribuições para que novas virtudes consigamos conquistar.

Se hoje a paciência ainda nos falta e se a tolerância se encontra muito distante de nós, aproveitemos cada lance difícil na vida para vencermos essas e outras imperfeições de que ainda nós nos sujeitamos. Espelhemos-mos na imagem de Jesus, relembramos em nossa maneira alguns dos muitos ensinamentos passados a nós e procuremos vivenciá-los a cada instante do nosso viver; e conquistaremos, principalmente a virtude maior que embelezará as nossas almas: o Amor, na sua mais nobre expressão.

Somente quando o verdadeiro amor puder reger todos os nossos atos, é que realmente poderemos considerarmo-nos uma pessoa feliz.

Amor, palavra divina que nos reporta a magnanimidade do Criador, sentimento nobre que nos propicia condições de vivermos em paz com os nossos semelhantes. Que a nossa vida seja uma constante manifestação dos mais puros atos de amor e de caridade, ao conseguirmos fazer por nossos companheiros de caminhada o que desejamos deles receber. Vamos abrir os nossos corações e estendermos as nossas mãos para auxiliar nas necessidades alheias, suprindo não só as coisas materiais dos que passam por situações de indigência, mas igualmente, as carências morais e afetivas que os levam a muito sofrer.

Ame, ampare e abençoe. Se realmente desejas ser amado, aparado e, igualmente abençoado, socorra onde a sua ajuda se faça necessária, alimente as almas famintas de paz, com palavras ternas e bondosas que o incentivem a fé e a coragem de a tudo suportar.

Sequemos as lágrimas dos que choram para que o desespero que os aflige se tranforme num balsamo de esperança e possam voltar a sorrir.

Sejamos misericordiosos para com aqueles eu nos agridam com palavras rudes ou nos causam algum mal, estendendo-lhes a benção do perdão.

Procuremos entender as falhas morais dos que ainda erram por ignorância das verdades ensinadas por Jesus. Se a nós já foi muito dado o saber, estudamos um pouco do que sabemos para suprir a falta de conhecimentos dos que não tiveram a mesma oportunidade que tivemos de aprender a crescer. Façamos do hoje em que podemos viver com dignidade, ocasiões de muito realizarmos em benefício dos nossos companheiros de caminhada que permanecem em situações humilhantes, para que o nosso amanhã possamos colher juros da Misericórdia Divina numa vida futura melhor.

Não nos julguemos incapazes e sem condições de auxiliar. Lembremo-nos que da semente pequenina que mesmo abandonada na lama, doa-se fatalmente, conseguindo germinar para depois florescer e frutificar.

Auxiliemos sempre que pudermos e ao menos sem preconceitos, fazer do que nos seja possível para amenizar as agruras da vida alheia, e estaremos colaborando com Jesus na extensão do seu Reino de Amor sobre a terra.

É difícil? Sim. Mas não é impossível. Vamos nos dar as mãos e aprender a amar?

Lembre-se: "Tudo posso naquele que me fortalece"

"O amor tudo crê, tudo espera, tudo sofre." Paulo (Coríntios 13:7)



 
ÚLTIMOS ARTIGOS

27-05-2011 - Amar Guimarães Rosa
07-01-2011 - Flexibilidade feminina
07-01-2011 - Crescer no amar
07-01-2011 - Ser GG - Gente Grande
07-01-2011 - O vocabulário do sucesso
07-01-2011 - Administrar o tempo, cuidando da alma
25-08-2010 - O SUCESSO POR MEIO DOS RELACIONAMENTOS
02-07-2010 - AMANDO E MUDANDO
02-07-2010 - Atendimento ao cliente
02-07-2010 - A grande arte de decifrar pessoas
02-07-2010 - A MAGIA DA ATITUDE POSITIVA
02-07-2010 - A arte do encontro
23-03-2010 - Torturando palavras
23-03-2010 - A função do FGTS
23-03-2010 - Acidentes de trabalho e a folha de pagamento de 2010
23-03-2010 - Flexibilizar a legislação trabalhista?
 
 
Célia Penatti
Rua Bernardo Cupertino, 723 - Uberlândia/MG - Martins
Fone: (34) 3236-2041
Desenvolvido por Webearte